7 de ago de 2015

Saudades do seu jeito velho de ser.



Ontem mesmo, arrumei as gavetas do armário, achei sua foto guardada em uma caixa de papelão, uma caixa cor rosa com frases do tipo “para abrir somente amanhã”, por um estante, achei graça da tal ironia. Abri a caixa que deveria ser aberta somente amanhã, e lá estava você.  Você é realmente um ser inacreditável, uma pessoa que eu precisava ver novamente, abraçar novamente, e conhecer novamente.  Para muitos que chegaram até essa parte do texto, irá logo pensar: “é um cara que ela ama”, mas qualé cara! A pessoa que eu vi na foto, é a pessoa que eu poderia ter abraçado mais, passado mais tempo, estou falando sobre aquela mulher idosa, que era forte o bastante para aguentar a vida por muito mais tempo, e sustentar sete filhos.  Muitas vezes pensamos que viver, amar, é esperar o dia passar, e amar é apenas dizer “eu te amo”. Hoje e sempre, bate uma saudade da mulher idosa, com oitenta e poucos anos. Que me viu crescer até uma parte da infância. Que pedia um café com leite todo fim tarde com beiju. Que “brigava” comigo, toda ás vezes que deram seis horas, e eu não coloquei no noticiário que ela assistia todas as tardes. Que me dava uma nota de dois reais todas as vezes que eu ia até o mercadinho comprar algo pela tarde. Bate a saudade da mulher que sentava do lado direito do sofá maior, com o lenço na cabeça.  Bate a saudade do seu jeito velho de ser.
Tenho vontade de voltar no tempo e pedir que o tempo a deixasse só por mais um bocadinhos de anos. Mas tudo aconteceu rapidamente.  A mensagem que quero deixar, é que quanto mais você aproveitar aqueles que amam, mais saudades tem. E que independente da caixinha ser aberta hoje ou amanhã, sinta saudades de quem você ama. A vida é curta demais para não aproveitar as pessoas que te fazem ser melhor. Então ame mais, curta mais, aproveite mais, demonstre amor, sorria mais, obedeça mais, chore mais, e sinta saudades do que foi bom.


Texto feito por Luana Machado, blogueira do Grande Métamorphose.

Gente, escrevo textos e poesias, caso gostem, posso publicar as vezes por aqui.


12 comentários:

  1. Adorei lua! Assim também como me identifiquei! Saudades vô 💗

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo texto!!! Parabéns!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Que lindo adorei
    Muito obrigada pela visita volta sempre adorei
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia

    ResponderExcluir
  4. Nossa que lindo texto, eu amei!
    Amo muito minha vó <3
    Beijão :D
    http://olivroemquehabito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pedro!
      Você é novo por aqui........ Bem-vindo!!!!!!!!!
      Aproveite sua avó, eu tenho só uma agora, com um avô!
      Beijãaao!

      Excluir
  5. Nossa que texto lindo, eu tenho só uma vó, a outra faleceu quando eu era mais nova, mas me lembro dela e da aquela saudade, beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, a gente sempre lembra!
      http://grandemetamorphose.blogspot.com.br/

      Excluir
  6. Ai fofa, amei o texto, LINDO DEMAAAAAAAAIS!! E concordo totalmente, temos que aproveitar a família ao máximo, as pessoas que amamos no geral!!

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Barbara! Isso mesmo, depois passa e a gente nem percebe q poderia ter curtido mais!
      Beijão!

      Excluir