24 de nov de 2016

Primeiro o próprio - por Luana Machado

  :
Recíproco; quando teu coração bate junto com o de outra pessoa pelo mesmo motivo. Quando recebe em troca todo dengo e cuidado do ser especial. É aquela sensação Ping Pong, que bate e volta. É aquilo que todos querem e poucos tem a chance de conseguir com sucesso.
Amor próprio; é saber se amar de forma singular. É ser dono do próprio nariz, amar e aceitar do jeitinho que você veio ao mundo. É sorrir e aceitar os momentos feitos para chorar. É quando tem sentimentos bons dentro de ti, é saber perdoar o próximo, é saber se perdoar de erros, confiar em si e pensar também nos outros.

Vocês não estão sozinhas nesse labirinto, tem muitos outros corações perdidos tentando encontrar alguma forma de fazer o outro gostar de si. Se todos soubessem, ou se eu mesma soubesse qual a receita pra reciprocidade, não teria graça nenhuma de participar disso tudo. É fase, todo mundo tem ou teve esse devaneio, ou melhor, essa realidade rude. Mas acredito que o que deve ser feito, é pensar em si primeiro, pra abrir os olhos e corações de vários outros partidos, até mesmo de quem não retribui os teus sentimentos. Quando a gente está de bem com nosso coração e com a mente, conseguimos encantar pessoas que nunca existiram em nossas vidas. Porque é lindo se amar de forma singular, se enxergar com aprovação e ter as suas próprias formações de opiniões. As vezes o cupido mira um coração só e se esquece do outro... E você se sente mal, pensa em mil formas de agradar, começa a pesquisar tudo sobre os gostos desse ser que você vê como a "perfeição", quer ser o centro da atenção, mas não precisa de tudo isso. Saiba quais são os seus gostos, faça tudo por você, agrade à si, confie em seu potencial e assim você será o centro de várias atenções. É um tanto difícil colocar em prática, mas é assim que a vida segue. E em meio de tantos outros, você tem certeza que este é o que você quer ao seu lado? Que você ama com todas as forças? Que você confia com os olhos fechados? Talvez não seja, ou não seja a hora certa pra viver algo tão intenso. Muitos acreditam no destino, outros não, mas a vida está aí cheia de mudanças e surpresas. Não custa nada dar tempo ao tempo, viver cada coisa de uma vez, ter o amor próprio e saber respeitar o sentimento dos outros. Não sabemos o que passa em outros mundos, o que realmente importa para cada um, quais objetivos, e isso leva muitas pessoas a criarem mundos diferentes dos reais.
Então não se preocupem em como eles te veem, vocês já tentaram jogar pra fora as palavras que guardam dentro de si? Já procuraram saber se há sentimento alheio? Essa é a minha visão, acredito que a chave pra  abrir diversas (e possivelmente a que tanto espera) portas, é o amor próprio.

"@thatymesquita_ Oq fazer quando voc gosta de um menino só que esse menino ñ gosta de voc?"
"@itamirislucena_Oque fazer quando se ama alguém muito e esse sentimento não é recíproco" 



Você quer conselhos: Comenta aqui ou direct!

12 comentários:

  1. Ótma postagem, bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  2. Adorei conhecer seu cantinho não conhecia
    bom fim de semana
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Sofia!! Que bom que gostou, o blog deu uma leve mudança!
      Beijos!

      Excluir
  3. Muito bacana seu texto muito bem escrito.
    É complicado quando o amor não é correspondido.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia

    ResponderExcluir
  4. Eu admiro demais quem consegue se amar tão rápido.Ou não? ahahaha
    Sei lá, acho que com os corações partidos aprendemos tantas coisas não é mesmo?
    O amor próprio é o mais complicado e ainda sim mais divertido!

    Gostei muito do seu texto :)

    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, como de fato é algo bem intenso e demorado kkkk
      Mas vale à pena ir aos pouquinhos, e corações partidos são provas de que tudo vai ficar bem...
      <3 BJ

      Excluir
  5. Amor próprio é sem dúvida muito importante!
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Falar sobre o amor é fantástico, vários filósofos tentaram explicar o quê seria o amor e tiraram suas conclusões. Jesus Cristo baseia-se no amor ao próximo, a vida que de fato vale a pena é a vida assumidamente dedicada ao outro, como diz aquele versículo "amai ao próximo como a ti mesmo". Sendo assim, acho que influenciamos e somos influenciados por outrem, é aquele ditado de afetar e ser afetado. Enfim, o amor é muito complexo para ser resumido em palavras, é algo bastante subjetivo pois pressupõe várias coisas dentre elas um contrato moral...

    Bela explanação, você falou muito bem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, algo indescritível! É muito importante saber lidar com todo esse fato, de verdade. E obrigada!!

      Excluir